SECRETARIA DO AMBIENTE INAUGURA EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS DE ANIMAIS EM EXTINÇÃO

A mostra de fotografias fica em cartaz no Espaço do Ambiente, na Lagoa, por dois meses, e contará nos finais de semana com atividades lúdicas relacionadas a iniciativas pela preservação desses animais

Ascom SEA

por Sandra Hoffmann

 

 O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, inaugurou hoje (15/06) a exposição fotográfica Abrace essas Dez!, que reúne fotografias das dez espécies da fauna apontadas pela Secretaria de Estado do Ambiente como as mais ameaçadas de extinção no Rio de Janeiro. A mostra de fotografias fica em cartaz no Espaço do Ambiente, na Lagoa, por dois meses, e contará nos finais de semana com atividades lúdicas relacionadas a iniciativas pela preservação desses animais.

O concurso, que contou com a participação de fotógrafos profissionais e amadores, premiou o registro de diversos ambientes naturais que compõem a paisagem do Rio de Janeiro onde ficam as espécies em risco de extinção. Segundo Minc, a ideia do concurso e da exposição surgiu quando ele visitou uma mostra de fotografias da Associação de Fotógrafos da Natureza no Jardim Botânico.

“Percebi que esses fotógrafos são os grandes responsáveis pela defesa dessas espécies. Para fazer o registro de um pássaro, por exemplo, o fotógrafo leva até um mês para fazê-lo, e as pessoas amam aquilo que elas conhecem. Os visitantes que forem conferir esse belo trabalho também vão receber cartilhas e folders para conhecer os animais ameaçados de extinção e o que fazer para protegê-los. Estamos fazendo isso nas escolas da rede pública estadual”, disse Minc.

Na exposição, o secretário do Ambiente anunciou a ampliação do Parque Nacional de Jurubatiba, em Quissamã, no Norte Fluminense. “Vamos ampliar o parque, pegando a parte marinha, pois vimos que lá existe a maior concentração de toninhas, espécie de golfinho, em todo o litoral do Rio. Já falamos com a ministra de Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Vamos dar apoio e recursos, do Fundo da Mata Atlântica, para viabilizar essa ampliação”, destacou.

Primeiro colocado no concurso de fotografia, Fábio Moitea foi premiado pelo registro do Parque Nacional de Itatiaia, no Médio Paraíba fluminense, ecossistema do tatu-canastra, uma das espécies ameaçadas de extinção. “É importante que as pessoas conheçam o ecossistema das espécies ameaçadas de extinção para que possam protegê-las.”

Ao registrar um boto-cinza, o biólogo e fotógrafo Leonardo Flach foi outro premiado pelo concurso. “Esta exposição é uma forma de sensibilizar as pessoas sobre a importância da preservação dos ecossistemas onde vivem esses animais”, comentou.

Uma iniciativa da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), em parceria com a Associação de Fotógrafos da Natureza, a exposição faz parte da campanha Defenda as Espécies Ameaçadas – Abrace essas Dez!, lançada pela SEA em setembro do ano passado.

Na cerimônia, que fez parte da agenda da Rio+20, foi divulgada a campanha para que o macaco muriqui – um dos animais ameaçados de extinção – seja escolhido o mascote dos Jogos Olímpicos de 2016.

As dez espécies que vivem na Mata Atlântica em risco de extinção são a preguiça-de-coleira; formigueiro-do-litoral; lagarto-branco-da-areia; muriqui; jacutinga; cágado-do-paraíba; boto-cinza; tatu-canastra; mico-leão-dourado e surubim-do-paraíba.

Serviço:

Encontro das Águas – Espaço do Ambiente

Endereço: Av. Borges de Medeiros n°. 1444, Lagoa (ao lado do Parque dos Patins). A entrada é franca.

 

Foto Luiz Morier

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s