SEA RETIRA EMBARCAÇÃO ENCALHADA NA PRAIA DE ITAIPU

Foto:Lourenço Eduardo

Foto:Lourenço Eduardo

Ascom SEA

por Sandra Hoffmann

Com apoio da Prefeitura de Niterói, operação foi pedida por banhistas e pescadores, já que destroços na arrebentação provocavam acidentes

A traineira Estrela Azul, que naufragou na Praia de Itaipu, na Região Oceânica de Niterói, foi retirada hoje (09/01) em ação da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca), da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), em parceria com a Prefeitura de Niterói.

A embarcação, que adernou no local em agosto de 2012, foi retirada aos pedaços com auxílio de uma escavadeira com esteira e de uma retroescavadeira. Parte da Praia de Itaipu foi interditada para a operação, que foi monitorada por dois mergulhadores. A ação, bem-sucedida, evitou vazamento de óleo na orla da região.

Cerca de 60 pessoas foram mobilizadas para a operação, que foi pedida por pescadores e banhistas, já que a embarcação que naufragou próximo à arrebentação oferecia riscos à integridade física dos frequentadores da praia; alguns inclusive já tendo se machucado em contato com a estrutura encalhada. A ação contou com apoio de técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e de policiais do Comando de Polícia Ambiental (CPAm).

Presente à operação, o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, destacou a parceria com a Prefeitura de Niterói para a retirada da embarcação e anunciou que Itaipu terá, ainda no primeiro semestre deste ano, uma reserva extrativista marinha; outro pedido de pescadores da região.

Minc também anunciou, para 22 de janeiro, o início das obras de dragagem e recuperação ambiental da Lagoa de Piratininga, em parceria com a Prefeitura de Niterói.

“Atendendo um pedido dos pescadores, Niterói terá sua reserva extrativista marinha ainda no primeiro semestre deste ano. O Estado do Rio de Janeiro tem uma reserva extrativista marinha, a de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, mas de âmbito federal. Também quero anunciar que, brevemente, vamos instalar, no Parque Estadual da Serra da Tiririca, uma Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm)”, disse secretário.

Retirada evita derramamento de óleo

A empresa Hidroclean – especializada em proteção ambiental – foi acionada pelo Plano de Emergência da Baía de Guanabara, coordenado pelo Inea, para promover a retirada da embarcação encalhada.

A companhia montou então um grande esquema de segurança, com auxílio de barreiras de contenção e de uma embarcação de apoio, pois havia perigo de vazamento de óleo de um tanque de combustível do barco pesqueiro encalhado.

Os destroços recolhidos foram então transportados, em um caminhão, para o aterro sanitário de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Antes, porém, o tanque de combustível foi retirado cuidadosamente da embarcação adernada, sem causar qualquer impacto ambiental à Praia de Itaipu.

Segundo o vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, que acompanhou a operação, a embarcação foi destruída pela ação do mar e os destroços, que estavam encalhados e cobertos pela areia, ofereciam perigo aos banhistas e aos pescadores, além do meio ambiente.

“Uma embarcação deste porte transporta uma grande quantidade de óleo, e o mais grave é que muita gente se machucou ao longo desse tempo. Um posto médico próximo registrou várias ocorrências de pessoas com ferimentos, pois como a embarcação foi destruída pelo mar, seus destroços ficaram cobertos pela areia, impedindo que as pessoas vissem os restos da traineira, o que estava causando vários acidentes”, disse Grael.

O chefe da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais, José Maurício Padrone, disse que a Cicca vai entrar com uma ação civil pública no Ministério Público Estadual pedindo que o proprietário da embarcação faça o ressarcimento ao Governo do Estado dos custos com a remoção dos destroços do barco pesqueiro.

“Além dos acidentes com os banhistas, outra preocupação nossa era com o risco de vazamento de óleo do tanque combustível. Felizmente, o tanque foi retirado sem causar esse acidente ambiental”, ressaltou Padrone.

Foto:Lourenço Eduardo

Foto:Lourenço Eduardo

Foto:Lourenço Eduardo

Foto:Lourenço Eduardo

Anúncios