Governo do estado inicia projeto de despoluição da praia de Ipanema

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Ascom SEA

por Sandra Hoffmann

Intervenções incluirão serviço de teleinspeção para identificar e combater despejo clandestino de esgoto em galerias pluviais da região

 Ao participar hoje (31/01) da cerimônia que marcou o lançamento da etapa de Ipanema do Projeto Sena Limpa, no Canal do Jardim de Alah, o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, anunciou que as intervenções vão incluir um serviço de teleinspeção no Leblon e em Ipanema, com minirrobôs filmando por dentro de tubulações de águas pluviais.

Com o objetivo básico de identificar e combater o despejo clandestino de esgoto em galerias pluviais da região, a teleinspeção será etapa importante do Sena Limpa porque existem tubulações ligadas aos canais do Jardim de Alah e da Avenida Visconde de Albuquerque, que deságuam na orla. Assim, com o fim dessas ligações clandestinas, o esgoto que ainda chega nesses canais deixará de atingir as águas mais costeiras do Leblon e de Ipanema.

Lançado em 2012, com investimentos de R$ 150 milhões, o Programa Sena Limpa, do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura do Rio, visa a despoluir seis das principais praias do Rio até 2014. Em diferentes etapas, estão sendo executadas obras de recuperação ambiental das praias de São Conrado, Leblon, Ipanema, Leme e Urca, na Zona Sul, e da Bica, na Ilha do Governador, dentro da Baía de Guanabara.

O Projeto Sena Limpa de Ipanema prevê a implantação de duas estações elevatórias de esgotos subterrâneas totalmente automatizadas, preservando a paisagem local. Também serão assentados 130 metros de rede coletora de esgotos com diâmetro de 200 milímetros, três unidades de captação de esgotos e 210 metros de linha de recalque, sendo 150 metros com diâmetro de 90 mm e 60 metros com diâmetro de 50 mm. O sistema terá sete poços de visita para que técnicos possam fazer a manutenção constante.

Nessas intervenções, técnicos da Cedae avaliam que a teleinspeção será uma das mais importantes da execução do Programa Sena Limpa em Ipanema e no Leblon. O serviço está em fase licitatória e a previsão é de que comece a ser realizado a partir de abril.

O secretário Carlos Minc afirmou que a teleinspeção começará pelo Leblon, e depois passará para Ipanema. “Quando a teleinspeção revelar os condomínios de classe média que estão despejando esgoto sem tratamento nas galerias pluviais, vamos deflagrar operações Rolha Ecológica, a exemplo do que fizemos para reprimir os condomínios e estabelecimentos comerciais da Barra da Tijuca e do Recreio que estavam despejando esgoto sem tratamento nas lagoas da região. E vamos multá-los”, advertiu.

Segundo o presidente da Cedae, Wagner Victer, também presente à cerimônia, o novo sistema previsto no Programa Sena Limpa em Ipanema vai garantir o fim do lançamento de esgoto clandestino e águas residuais de qualquer natureza nas galerias de águas pluviais do bairro.

“Assim, estaremos assegurando a preservação da qualidade das águas das praias do Leblon e de Ipanema. Hoje, estamos começando a terceira obra que visa a despoluir a Praia de Ipanema, e que vai beneficiar também a praia do Leblon, além de proporcionar uma significativa contribuição para melhorar a Lagoa Rodrigo de Freitas”, ressaltou Victer.

Minc destacou que o Governo do Estado já vem realizando obras para despoluir a Praia de Ipanema. Inclusive devido às intervenções realizadas pela Cedae, a Praia de Ipanema já deixou de receber grande quantidade de poluição através do Canal do Jardim de Alah, que era oriunda principalmente das comunidades Cruzada São Sebastião, no Leblon, e do Cantagalo e do Pavão-Pavãozinho, em Ipanema.

“Desde agosto de 2012, a Praia de Ipanema encontra-se própria para o banho na maior parte do tempo, um reflexo das obras do Programa Sena Limpa. De setembro a dezembro do ano passado, ao medir a qualidade das praias, o Inea constatou que a Praia de Ipanema apresentou-se própria para o banho na maioria das inspeções visuais que o instituto efetuou. Isto quer dizer que, no mínimo, há uma forte correlação entre as duas obras que já foram feitas para captar o esgoto procedente da Cruzada de São Sebastião e do Cantagalo e do Pavão-Pavãozinho”, destacou o secretário, acrescentando que o objetivo do Programa Sena Limpa é de que até 2014 as seis praias contempladas tenham mais de 90% de balneabilidade.

“Praia limpa é lazer, saúde, esporte e turismo. Essa melhoria apresentada pela Praia de Ipanema é reflexo do trabalho que está sendo feito de forma integrada entre a secretaria, a Cedae, a Prefeitura do Rio e demais órgãos envolvidos”, completou Minc.

Foto:Luiz Morier

Foto:Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Anúncios