Governo do Estado investe R$ 33 milhões em saneamento na Região dos Lagos

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Ascom SEA

por Sandra Hoffmann

Pacote de obras inclui iniciativa pioneira de uso de esgoto tratado na irrigação de lavouras em Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia

 Ao participar hoje (8/3) de reunião com prefeitos da Região dos Lagos, no Município de São Pedro da Aldeia, o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, anunciou que a região está recebendo um pacote de obras de saneamento básico de cerca de R$ 33 milhões, do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam).

As intervenções irão beneficiar cerca de 1,5 milhão de pessoas em períodos de alta temporada. O pacote de investimentos inclui o projeto-piloto de irrigação de lavouras na Região dos Lagos com esgoto tratado, cujos nutrientes serão utilizados na fertilização de terras.

Pioneiro no Rio de Janeiro, o projeto-piloto de irrigação – que tem o apoio da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária – será iniciado pelos municípios de São Pedro da Aldeia e de Iguaba Grande, com investimentos de cerca de R$ 9 milhões.

Além do pacote de obras, o secretário anunciou outras duas importantes intervenções com recursos já assegurados do Fecam, da ordem de R$ 4 milhões, que foram pedidos por pescadores e prefeitos da Região dos Lagos: a continuidade da dragagem para desassorear a saída do Canal de Itajuru, que liga a Lagoa de Araruama ao mar, e a instalação de 32 boias de sinalização para a demarcação de cerca de 18 quilômetros de rotas de passeios turísticos e de pesca na Lagoa da Araruama.

Muitas das obras já foram iniciadas, outras estão para começar. Minc ressaltou que as obras irão beneficiar praticamente todos os municípios da Região dos Lagos:

“Temos obras de esgotamento sanitário que já estão em curso em Monte Alto e Figueira, em Arraial do Cabo, orçadas em R$ 9 milhões; em Praia Seca, em Saquarema, as obras para coleta e tratamento de esgoto já estão para serem iniciadas, com recursos de R$ 9 milhões; em Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, obras para reuso dos efluentes da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em área rural, orçadas em R$ 9,6 milhões; rede coletora de esgoto em Geribá, em Búzios, orçada em R$ 3,7 milhões; e a desativação da ETE Praia Siqueira, com a transferência para ETE Jardim Esperança.”

O secretário ressaltou que as obras só foram possíveis devido aos recursos do Fecam, que inclui o percentual de 5% dos royalties do petróleo.

“Estamos comemorando esta conquista para a Região dos Lagos, e que faz parte da mobilização em defesa dos royalties de petróleo e por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir os direitos constitucionais do Rio de Janeiro. Isso porque as nossas obras em curso ficam ameaçadas, além de outras como a despoluição da Baía de Guanabara, que é um compromisso olímpico, e que dependem desses royalties”, destacou Minc.

Ao detalhar as obras para os prefeitos presentes, o subsecretário-executivo da Secretaria de Estado do Ambiente, Luiz Firmino, disse que, com as intervenções anunciadas hoje, a Região dos Lagos atingirá o percentual de 90% de tratamento de esgoto.

“Atualmente, a região encontra-se com 70% de esgoto tratado, e esse conjunto de intervenções beneficiará áreas que ainda não foram atendidas. Uma conquista importante foi a continuidade da dragagem do Canal do Itajuru, que tem 14 km da boca da barra à entrada da lagoa, no Boqueirão. Essa areia retirada servirá para engordar as praias na entrada de Cabo Frio”, explicou Firmino.

Também presente à reunião, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto, destacou que, por conta das obras que resultaram na melhoria do saneamento básico e da despoluição das lagoas da Região dos Lagos, foram pescados, em pouco mais de um mês, cerca de 80 mil quilos de peixes nas lagoas de Araruama e de Saquarema.

Segundo ele, os dados foram coletados pela Fiperj (Federação Instituto de Pesca do Estado do Rio) no período de 17 de janeiro a 28 de fevereiro de 2013.

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Vista geral da Lagoa de AraruamaFoto: Luiz Morier

Vista geral da Lagoa de Araruama
Foto: Luiz Morier

Anúncios