Governo do Estado investe R$ 7 milhõesna despoluição das praias Vermelha e da Urca

Sandra Hoffmann

Obras beneficiarão cerca de 6.000 moradores do bairro e contribuirão para avanço do saneamento da Baía de Guanabara

Audiência Pública na Urca II 03

A despoluição da Praia da Urca faz parte do Programa Sena Limpa – que visa a despoluir seis das principais praias do Rio até 2014: São Conrado, Ipanema, Leblon, Leme, Urca, na Zona Sul, e Praia da Bica, na Ilha do Governador – e integra o Plano Guanabara Limpa, da Secretaria de Estado do Ambiente. Além disso, faz parte de um dos compromissos olímpicos assumidos pelo Governo do Estado com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para a realização das Olimpíadas do Rio, de sanear 80% da Baía de Guanabara até 2016.

Ao assinar o contrato, o secretário Carlos Minc ressaltou que o Programa Sena Limpa tem investimentos de R$ 150 milhões, dos quais R$ 7 milhões serão aplicados na despoluição das Praias Vermelha e da Urca.

O secretário reiterou que o planejamento do Programa Sena Limpa foi realizado em parceria entre nove órgãos do Governo do Estado e do Município do Rio.

“O primeiro passo foi a elaboração de um diagnóstico sobre a situação das seis praias elencadas pelo programa Sena Limpa. Depois, com base nesse diagnóstico, foram feitos os projetos. O terceiro passo, por fim, foi o recurso para a viabilização das intervenções”, disse, ao lado do coordenador do Programa Sena Limpa, Gelson Serva, e do chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Transportes, Breno Vidal.

“Esta é, sem dúvida, mais uma obra que contribuirá para melhoria das condições de balneabilidade das águas das tradicionais praias do Rio de Janeiro, sendo passo importante para a despoluição da Baía de Guanabara. Neste sentido, é uma obra que vai ao encontro de históricas reivindicações da população local e dos compromissos assumidos pelo governo do estado com o Comitê Olímpico Internacional (COI), até mesmo porque funcionará concatenada com outros importantes projetos de despoluição da Baía de Guanabara que já estão sendo desenvolvidos, como a ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Alegria, no Caju, e a entrada em operação das ETE’s Pavuna e São Gonçalo”, destacou o presidente da Cedae, Wagner Victer.

Dos R$ 7 milhões – do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam) –, cerca de R$ 1,3 milhão serão investidos nas intervenções do sistema de esgotamento sanitário para a Praia Vermelha e, aproximadamente, R$ 5,6 milhões na Praia da Urca; ambas a cargo da Cedae.

O esgoto coletado – tanto na bacia da Praia da Urca quanto na bacia da Praia Vermelha – será conduzido para a Estação Elevatória da Urca, com capacidade para bombear 100 litros por segundo. Em seguida, o esgoto será levado, através do interceptor oceânico, para a Estação Elevatória André Azevedo, tendo como destinação final o Emissário Submarino de Ipanema.

As intervenções abrangem a implantação de dois novos coletores de esgoto sanitário. O primeiro coletor, com 436 metros de extensão, será assentado ao longo da pista Cláudio Coutinho. O segundo coletor, com 656 metros de extensão, será implantado ao longo da Rua Ramon Franco.

Além da modernização da Estação Elevatória da Urca e da Estação Elevatória do Forte de São João, localizadas em área militar, no interior da Fortaleza de São João, será implantada nova linha de recalque para a Estação Elevatória da Urca, com 1.900 metros de extensão.

A vice-presidente da Associação de Moradores da Urca, Celineia Parabela Ferreira, comemorou a iniciativa:

“É uma conquista para o nosso bairro, pois há muito tempo que nós, moradores, lutamos por uma reforma mais efetiva do sistema de esgotamento sanitário da Urca. Não é só o nosso bairro que será beneficiado, mas também a nossa Baía de Guanabara”, afirmou, destacando que o bairro da Urca possui aproximadamente 6.000 moradores.

O prefeito militar da Zona Sul, o coronel do Exército Wilson Rocha Ferreira, destacou que obra irá contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos militares que moram na região.

“São cerca de 400 unidades habitacionais onde moram os militares. Essas intervenções são uma importante conquista para nós moradores e para o Rio de Janeiro. Estamos muito satisfeitos com essa iniciativa”, destacou o coronel.

Foto Luiz Morier

Foto Luiz Morier

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s