SECRETARIA DO AMBIENTE E INEA VISTORIAM BOM ANDAMENTO DE OBRAS EM FRIBURGO

Investimentos de R$ 212 milhões em cidade castigada por chuvas recuperam rios e reassentam moradores de áreas de risco

» Sandra Hoffmann

AAVSEA 07

Foto: Luiz Morier

Ao vistoriarem hoje (16/7) as obras de recuperação ambiental do Rio Bengalas e do Córrego D’antas, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio – um dos municípios mais castigados pelo evento climático extremo de janeiro de 2011 –, o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, e a presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, ressaltaram o avanço das iniciativas e afirmaram que, já no próximo verão, parte das intervenções no Rio Bengalas deverá estar concluída.

Os investimentos para as obras são de R$ 194 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, além de R$ 18 milhões, do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam), para fins de indenizações ou compras assistidas para o reassentamento de moradores de áreas de risco.

Após assistir à apresentação do projeto no canteiro de obras do Inea, Minc ressaltou que as intervenções vão abranger a dragagem do Rio Bengalas e do Córrego D’antas, a instalação de 16 parques fluviais ao longo do Córrego D’antas, adequação de calha e realocação de famílias.

Segundo o secretário, já foram identificadas 700 famílias que precisam ser realocadas, das quais 680 foram cadastradas e, destas, 380 já fecharam negociação para indenização ou compra assistida.

“Os parques fluviais não são unidades de conservação. Eles estão sendo criados para garantir o uso público, de forma que as margens do rio e do córrego não sejam novamente ocupadas. Esses parques vão abranger ciclovia, reflorestamento, instalação de áreas de lazer para que as pessoas possam usufruir da região, mas sem ocupações. A tecnologia que estamos usando na obra é bastante moderna, com menos impacto”, disse o secretário, acrescentando que a previsão é de que toda a obra seja concluída em 30 meses.

A presidente do Inea, Marilene Ramos, lembrou que o Governo do Estado realiza obras emergenciais em Nova Friburgo desde o início de 2012:

“Nós já investimos cerca de R$ 25 milhões do Fecam em obras emergenciais e no pagamento das indenizações em Nova Friburgo. E vamos investir R$ 18 milhões, do Fecam, em indenizações ou compra assistida para essas 380 famílias que já negociaram conosco. O que nós estamos fazendo agora é dando continuidade às obras de recuperação ambiental do Rio Bengalas e do Córrego D’antas”, afirmou Marilene.

Ao percorrer as obras no Rio Bengalas, na altura do distrito de Conselheiro Paulino, e depois vistoriar as intervenções no Córrego D´antas, Marilene Ramos destacou que as obras seguem a todo vapor:

“Estamos dando velocidade às obras, e a nossa expectativa é a de que, já no próximo verão, parte dessas obras no Rio Bengalas esteja concluída. Com relação aos reassentamentos, estamos buscando dialogar com a comunidade. Temos um comitê, que integra nossos técnicos e representantes das comunidades desta região, que se reúne mensalmente para acompanhar os avanços das obras e propor eventuais ajustes para que o programa seja o melhor possível para o Município de Nova Friburgo”, destacou.

AAVSEA 04

Foto: Luiz Morier

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s