GOVERNO DO ESTADO INICIA SANEAMENTO DE MARICÁ

Primeira etapa de projeto da Secretaria do Ambiente beneficiará 48 mil moradores

» Sandra Hoffmann

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

O Governo do Estado deu hoje (6/8) um importante passo para o avanço do saneamento no Rio de Janeiro. Representando o governador Sérgio Cabral, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, lançou oficialmente as obras de saneamento do primeiro distrito de Maricá.

As intervenções irão beneficiar cerca de 80% de moradores da região central desse município. As obras já iniciadas abrangem os bairros de Itapeba e Araçatiba, no Centro de Maricá. Posteriormente, as intervenções irão beneficiar os demais bairros do primeiro distrito, beneficiando um total de 48 mil moradores.

A primeira etapa consiste na implantação de 101 km de rede coletora de esgoto e de 11.700 ligações domiciliares, além da construção de oito elevatórias de esgoto, de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e de um emissário submarino com 4 km de extensão.

Os recursos para esta primeira etapa, lançada hoje, são de R$ 60 milhões, oriundos de compensação ambiental da Petrobras devido à construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

Mas já se encontra em processo de licitação outros R$ 33 milhões para o saneamento do restante da região central de Maricá, oriundos do Governo Federal e do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam).

O secretário Carlos Minc disse que a iniciativa representa um marco histórico para o Município de Maricá:

“Hoje é um dia histórico para este município porque está começando o saneamento de uma cidade que tem zero por cento de esgoto tratado e que, com as obras, passará a beneficiar 80% dos moradores do primeiro distrito de Maricá. As obras são uma antiga reivindicação dos moradores desta região. Além dos recursos da Petrobras, uma exigência nossa para o licenciamento do Comperj, estão em licitação R$ 33 milhões para completar o saneamento nos demais bairros do primeiro distrito de Maricá. Então, no final de 2014, o esgoto destas 48 mil pessoas estará sendo conectado à rede, impulsionado pelas estações elevatórias para a ETE e, por fim, será despejado, devidamente tratado, no mar através do emissário submarino”, disse o secretário.

Mas além das obras de saneamento implementadas pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Maricá está buscando viabilizar, junto ao Governo Federal, a obtenção de R$ 23 milhões para o saneamento dos distritos de São José de Imbaçaí e de Itaipuaçu/Inoã; outras importantes regiões do município.

O secretário municipal do Ambiente de Maricá, Alessandro Terra, comemorou a iniciativa de saneamento lançada oficialmente hoje:

“O saneamento representa um marco histórico para o Município de Maricá, pois estamos saindo de zero por cento de esgoto sem tratamento para 80% de esgoto tratado de uma região com a maior densidade populacional, que é o Centro de Maricá”, afirmou.

O ambientalista Tiago de Paula destacou que o saneamento de Maricá é uma luta de mais de 20 anos de moradores, pescadores e ambientalistas da região: “A iniciativa representará melhoria da qualidade de vida para os moradores, para o turismo, para a pesca na região”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s