BATAN INAUGURA JARDIM DE PLANTAS ORNAMENTAIS E MEDICINAIS

Projeto Comunidades Verdes, da Secretaria do Ambiente, ensina técnicas de reflorestamento a jovens e adultos de comunidade pacificada

Ascom SEA

» Flor Jacq

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Após um ano de muito trabalho, os jardineiros comunitários e alunos do Projeto Comunidades Verdes, núcleo Batan, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, apresentaram hoje (15/10) ao secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, um jardim repleto de flores ornamentais e também uma horta comunitária com plantas medicinais e alimentícias – resultado do plantio de mudas em área que antes servia como depósito clandestino de lixo.

Iniciativa da Superintendência de Território e Cidadania (STC), da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), o Comunidades Verdes vem sendo desenvolvido em quatro comunidades pacificadas: Fogueteiro, Formiga, Batan e Complexo do Alemão. Cada núcleo conta com a infraestrutura necessária para a criação de viveiros para o cultivo de hortaliças, mudas para recuperação ambiental e paisagismo funcional.

“A área em questão, o Batan, é minha velha conhecida. Quando deputado, fiz uma lei estadual criando a Área de Proteção Ambiental (APA) Gericinó-Mendanha, que fica logo ao lado deste jardim. Conheço bem a região e lembro que antes da chegada da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), aqui era completamente abandonado pelo Poder Público, um lugar repleto de lixo e dominado pelo traficantes”, disse Minc, destacando que a STC atua na ecologia inclusiva, no resgate da cidadania e na geração de empregos verdes.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro é uma instituição parceria do projeto. Ali, os alunos do Comunidades Verdes recebem aulas teóricas e práticas. Segundo Ulisses Souza, engenheiro agrônomo do Centro de Responsabilidade Socioambiental do Jardim Botânico, além da grade curricular de 160 horas, os alunos ainda têm o compromisso de plantar em suas comunidades de origem e de sensibilizar seus vizinhos para a importância de manter os canteiros vivos e reproduzindo.

“Eles recebem uma ajuda de custo do Serviço de Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para ir e voltar do Jardim Botânico. Das 160 horas de aulas, 40 são de empreendedorismo. Esta mão de obra não pode ficar à margem. Eles saem daqui com certificado profissional, prontos para assumir o protagonismo de sua história”, disse Souza.

A superintendente de Território e Cidadania da SEA, Ingrid Gerolimich, responsável pela iniciativa, anunciou que o Projeto Comunidades Verdes está prestes a chegar a outras áreas:

“O mercado de reflorestamento está crescendo, por isso criamos este curso e fomentamos a formação de cooperativas. Estamos recuperando áreas degradadas, promovendo educação ambiental na comunidade, melhorando não só o visual, mas principalmente a saúde da população e o clima local”, afirmou Ingrid.

Ao todo, são 120 alunos, 30 de cada comunidade, recebendo a ajuda de custo de R$ 120 por mês. Ao final dos quatro meses de curso, 30 dos 120 alunos são selecionados para atuar como jardineiros comunitários. Eles passam então, ao longo de seis meses, aprimorando as técnicas ensinadas, recebendo bolsa mensal de R$ 300.

Minc disse ainda que, paralelamente, estão sendo estabelecidas parcerias, como com o Sebrae, para que o projeto possa ser financeiramente viável e estruturalmente pedagógico:

“O Comunidades Verdes transforma áreas degradadas em um espaço para a coletividade. Com esse projeto, estamos dizendo que preferimos um mundo em que o verde fala mais alto que as armas, que o preconceito e os muros de concreto. Uma iniciativa como essa não pode ficar dependente. Por isso, procuramos o Sebrae. Os governos podem mudar, mas o projeto tem que ter sustentabilidade financeira para seguir”, disse Minc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s