Secretaria do Ambiente lança campanha Consumo Sustentável

Supermercados Zona Sul distribuem cartilhas contra desperdício e a favor da compra de produtos ecológicos

Ascom SEA

Rodrigo Burgos

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Com a distribuição de colorida e criativa cartilha, com fotos e ilustrações, a Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) lançaram hoje (17/10) a Campanha Consumo Sustentável – Consumir sem Desperdício.

 

Ao longo de três meses, a campanha será desenvolvida em supermercados da rede Zona Sul, no Rio de Janeiro, com o objetivo de estimular mudanças de atitude dos consumidores, orientando-os a escolher produtos cuja produção consuma menos energia e recursos naturais e que possuam matriz limpa de produção e utilizem embalagens recicláveis.

 

Durante o lançamento da campanha, o secretário do Ambiente, Carlos Minc anunciou que a SEA, em conjunto com empresas que se primam pela sustentabilidade, já tem novas cartilhas – voltadas para o consumo sustentável – para serem impressas: uma sobre brinquedos e outra sobre construção sustentável, que incluirá lojas de materiais de construção.

 

“O sujeito vai saber qual tinta é mais ou menos tóxica, como fazer para economizar energia, como aproveitar a água da chuva, que tipo de cimento e de tijolo emite menos carbono, qual tem mais durabilidade e o que fazer com os restos da construção civil”, disse Minc.

 

O secretário do Ambiente afirmou que o objetivo da campanha é massificar o consumo consciente, para que as pessoas saiam de um discurso ecológico, adotando mudanças de comportamento:

 

“Muita gente quer ter uma atitude sustentável para defender o planeta, mas não sabe como fazê-la, não tem a menor ideia.  Aqui todo mundo vem fazer compras. A pessoa vai sair daqui com 28 dicas de como fazer para  reciclar óleo, pneu de bicicleta, pilha, celular, computador, que tipo de detergente gera mais resíduo, emite mais carbono. Com tudo isso, o consumo sustentável será apreendido no lugar em que o cidadão vai consumir”, explicou o secretário.

 

A Campanha Consumo Sustentável – Consumir sem Desperdício é uma parceria da SEA e do Inea com o conglomerado de empresas de bens de consumo Unilever, o Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre), o Conselho Brasileiro Empresarial para Desenvolvimento Sustentável (Cebds), o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a rede de supermercados Zona Sul.

 

Para o assessor de Relações Institucionais do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Fernando Malta, a campanha é de extrema importância, pois estimula o consumidor a dar destinação final adequada para os produtos que consome.

 

“É um projeto de imensa relevância, pois conseguimos  fazer com que os bons objetivos das empresas possam chegar aos consumidores. Mais do que isso, conseguimos  fazer com que a educação ambiental chegue a quem mais precisa. O mais importante do projeto, além da educação em si, é como ela está sendo implantada. É apoiado tanto pela rede de supermercado quando pelas empresas que produzem”, disse Fernando.

 

Segundo a gerente de Assuntos Governamentais da Unilever, Juliana Marra, a iniciativa fortalece e levanta princípios básicos de uma convivência harmoniosa em sociedade, pensando sempre no bem-estar das pessoas.

 

“Uma empresa como a Unilever, que tem como modelo de negócios seu Plano de Sustentabilidade, precisa estar sempre engajada com campanhas como esta. Divulgar ao consumidor o conceito de consumo consciente e também estimular a reciclagem são lições básicas que a população tem o direito de receber e organizações como a nossa tem o dever de passar”, explicou.

 

Segundo a coordenadora do Núcleo Especial da Agenda 21 do Inea e responsável pela campanha, Karla Matos, o envolvimento de toda a sociedade é muito importante para que possamos discutir nossos padrões de produção e consumo.

 

“Hoje em dia, há uma nova abordagem, mais ampla e estruturante, com ênfase em consumo sustentável. A prática começa com a redução de compras desnecessárias e dos desperdícios, com a reutilização e separação de materiais para a reciclagem”, disse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s