SECRETARIA DO AMBIENTE LACRA SAÍDA DE ESGOTO DA CASA DO MINHO

Operação Rolha Ecológica notificou tradicional clube do Cosme Velho para consertar rede sanitária que poluía Rio Carioca

Ascom SEA

» Rodrigo Burgos

Foto: Luiz Morier

Foto: Luiz Morier

Por poluir o Rio Carioca com o lançamento de dejetos, a Casa do Minho, no Cosme Velho, na Zona Sul do Rio, teve hoje (18/9) lacrada com cimento sua saída da rede de esgoto, na Operação Rolha Ecológica promovida pela Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca), da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), pela Cedae e pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

 

O esgoto do tradicional clube de origem portuguesa transbordava por sua caixa de gordura e corria in natura para a calçada, indo parar numa galeria de água pluvial e, dali, na calha do Rio Carioca. Desde fevereiro de 2012, a direção da Casa do Minho vinha sendo notificada pela Cedae para resolver o problema, mas não tomou qualquer providência.

 

Tendo à frente o secretário do Ambiente, Carlos Minc, os agentes da Operação Rolha Ecológica lacram a saída da rede de esgoto da Casa do Minho com cimento e notificaram a direção do estabelecimento para resolver o problema em 30 dias, sob pena de ser multado por poluir o meio ambiente.

 

O clube deverá cumprir as seguintes exigências: instalar equipamentos da caixa retentora de resíduos sólidos; cessar o lançamento de efluente proveniente da caixa de esgoto para as galerias de águas pluviais; e realizar manutenção semanal  das caixas de gordura e retentora de resíduos sólidos.

 

O secretário Carlos Minc advertiu que um estabelecimento do porte da Casa do Minho deve ter manutenção semanal e destinação final adequada do seu sistema de esgotamento sanitário:

 

“O Rio Carioca é importantíssimo. Ele deságua na Praia do Flamengo, que será a próxima praia a ser comtemplada na segunda etapa do Programa Sena Limpa. Vamos continuar apertando o cerco a estabelecimentos comerciais e residenciais que despejam esgoto in natura em corpos hídricos do Rio. Essa rola ecológica permitirá aos moradores viver em um ambiente com cheiro mais agradável“, disse Minc.

 

O chefe da Cicca, coronel José Maurício Padrone, afirmou que esta foi a Operação Rolha Ecológica foi a última alternativa usada, pois os morados do entorno não aguentam mais o mau cheiro:

 

“O tratamento deve ser feito através de um caminhão vácuo, que puxa toda a gordura. Ainda mais aqui, onde é jogado papel higiênico, papel toalha e até absorvente íntimo no vaso sanitário. Tudo vai para as caixas de gordura, entupindo-as”, disse Padrone.

 

Segundo Marília Martins, de 53 anos, primeira conselheira da associação de moradores Viva Cosme Velho, o problema vem ocorrendo há algum tempo, e vários moradores já fizeram denúncias:

 

“Finalmente, estamos presenciando um passo importante para que sejam tomadas providências concretas, não só para a Casa do Minho, mas para todo o bairro. É uma alegria ver isso. Pois, afinal, é um bairro turístico que tem sua imagem extremamente prejudicada por incidentes desse tipo. Nós, moradores, não estávamos aguentando mais o mau cheiro“, afirmou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s