MP apura atentados a candomblé

A nosso pedido, o Ministério Público do Rio de Janeiro solicitará ao Núcleo de Combate à Intolerância Religiosa da Polícia Civil que reúna as investigações sobre os oito atentados que Mãe Conceição sofreu em seu barracão de candomblé, em Caxias. Pela Comissão contra a Intolerância Religiosa da Alerj, pedirei ao governador a criação, como fez São Paulo, da Delegacia Especializada de Combate aos Crimes de Intolerância Religiosa. Este tipo de crime está crescendo. Na Ilha do Governador e Complexo do Alemão, por exemplo, traficantes convertidos por igrejas evangélicas estão acabando com terreiros de umbanda e candomblé.

O Dia: Minc quer delegacia de crimes religiosos

http://bit.ly/1ofwK57

Extra: Correndo atrás de justiça

http://bit.ly/Xqd7xE

audiencia1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s