Lindberg destaca importância da Fábrica Verde e promete expandir projeto

Moradores do Complexo do Alemão recepcionam Minc e candidato ao governo, elogiando benefício social de projeto de reciclagem de computadores

Ao ritmo do passinho e do samba da bateria da Escola de Samba Unidos do Complexo do Alemão, cerca de 350 pessoas recepcionaram hoje (28/8), em um espaço próximo à sede da Fábrica Verde, em Bonsucesso (Zona Norte), o candidato a governador Lindberg Farias e o deputado estadual Carlos Minc.

Fundada pelo então secretário do Ambiente Carlos Minc, em outubro de 2011, a Fábrica Verde do Complexo do Alemão já qualificou mais de 3.500 moradores das comunidades do entorno, que ajudaram a montar 5.000 computadores a partir do reaproveitamento de peças de computadores usados.

Ao destacar a importância da Fábrica Verde – que já conta com oito unidades em vários locais da capital, com o objetivo de promover a capacitação profissional em montagem e manutenção de computadores de jovens e adultos de comunidades –, Lindberg disse que, eleito, expandirá o projeto para outras regiões:

“É um privilégio ter a oportunidade de conversar com a juventude do Complexo do Alemão. Gostaria de agradecer e parabenizar os professores, monitores e alunos desse projeto maravilhoso que é a Fábrica Verde. Vou resgatar o projeto dos Cieps do Brizola e do Darcy Ribeiro, que na década de 1980 foi um projeto revolucionário. Hoje, estão completamente abandonados, e queremos pegar aquela estrutura e colocar ensino técnico profissionalizante, alta tecnologia, atividades culturais, esportes, atuar de forma mais concreta na educação das pessoas e voltar com a escola de horário integral. A Fábrica Verde pode estar incluída dentro desse projeto, o que significa caminhar na melhoria da preparação da nossa juventude para facilitar a entrada no primeiro emprego e para a vida. Acho que esse é o nosso caminho! Vamos dar um novo rumo na política do Rio de Janeiro!”

Segundo Minc, metade dos jovens capacitados pelo curso da Fábrica Verde já arrumou emprego em empresas de assistência técnica de produtos eletrônicos:

“É um programa de baixo custo, em que computadores são doados pelas empresas. Hoje trouxemos nosso candidato a governador, Lindberg Farias, para que ele pense daqui pra frente o quanto isso pode ser bom para o meio ambiente e, inclusive, para milhares de jovens do Estado do Rio de Janeiro. Estamos transformando lixo eletrônico em inclusão digital.”

Lançado há três anos, o Projeto Fábrica Verde possui sedes em comunidades da capital como o Complexo de Manguinhos e Jacarezinho (Zona Norte), Morro da Chacrinha, na Tijuca (Zona Norte), e Rocinha (Zona Sul).

“Gostaria de agradecer a oportunidade que nós moradores do Alemão tivemos com esse projeto. Eu tenho 68 anos e estou muito feliz por receber essa oportunidade e poder voltar a estudar, graças à Fábrica Verde”, disse Jorge Santana, morador e aluno do projeto do Complexo do Alemão.

 

BSA_2243

 

 BSA_2341

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s