Deu na Mídia – O Dia (6/5/2015): O direito ao “não” (Informe do Dia – Fernando Molica)

Como mostram o Informe do Dia e o G1, a Alerj derrubou o veto do governador Pezão à lei que permite que profissionais em geral, como médicos, aleguem a chamada “objeção de consciência” para não atuar em algo que considere contrário às suas convicções. Fui um dos cinco deputados a votar contra a derrubada do veto. Acho justo, em princípio, o princípio da “objeção de consciência”, que é garantido pela Constituição, garantindo que um budista, por exemplo, rejeite a ir para uma guerra, por ser contra matar. Mas a lei estadual agora aprovada, com apoio da bancada evangélica, ameaça vários direitos, como os do Movimento LGBT. Qualquer servidor, por exemplo, pode se recusar a atender alguém por considerar ser contra seus princípios. Precisamos combater essa maré conservadora que avança no país!! pag 1 molica pag 2 molica O Dia (6/5/2015): O direito ao “não” (Informe do Dia – Fernando Molica) http://www.clipnaweb.com.br/alerj/consulta/materia.asp?mat=356565&cliente=alerj&

G1 (6/5/2015): Alerj derruba veto projeto de lei e aborto legal pode ser negado
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s