Controle de armas da PM é precário

Deputados da CPI das Armas se assustam com quadro de carência da área de TI descrito por coronéis em audiência sobre SisMatBel

Após ouvir hoje (31/3) os depoimentos de três coronéis da Polícia Militar sobre a precária situação dos sistemas informatizados de vigilância e controle do armamento da corporação, quando apontaram uma carência generalizada de pessoal adequado e material de TI (Tecnologia da Informação), o presidente da CPI das Armas da Alerj, deputado Carlos Minc, resumiu assim a sua avaliação: “Eu fiquei assustado”.

Os coronéis Sayonara do Valle e Djalma Beltrami, e o tenente-coronel Alexandre Reimão foram chamados para falar na CPI das Armas porque, à época da fase inicial de implantação do Sistema Informatizado de Material Bélico (SisMatBel), em 2013 e 2014, trabalhavam no Centro de Comunicação e Informática da PM. E o que disseram sobre o estado de penúria passado e presente da informatização da corporação causou apreensão nos deputados presentes.

Os depoimentos, em especial da coronel Sayonara e do coronel Beltrami, descreveram uma situação de carência dramática. O SisMatBel apresentava falhas recorrentes, o pessoal para trabalhar não era qualificado em TI e a conectividade era péssima. Diante da pergunta de como estaria atualmente funcionando o sistema, os coronéis deram informações nada animadoras. “Realmente, a área de TI na PM precisa de investimentos muito grandes”, resumiu o coronel Beltrami.

Câmeras de vídeo para ajudar na fiscalização das unidades também são quase que inexistentes. Beltrami disse que, nas unidades em que comandou, implantou, por “esforço próprio”, câmeras para fiscalizar a entrada e saída de paióis de armas, dentre outros pontos. Mas por não haver orientação superior nem recursos para a sua implantação, a maioria dos batalhões da PM não conta com câmeras de vídeo de segurança.

Sobre o estado dos sistemas informatizados de controle, a coronel Sayonara informou que a conectividade é baixa, não contemplando as necessidades de cada unidade da corporação. Isto, em termos de Região Metropolitana, porque, segundo ela, o interior do estado “é outro planeta”. Foi quando o coronel Beltrami completou: “O interior ainda é analógico. Agora é que estamos passando para o digital”.

Segundo Sayonara, diante da carência de recursos e de pessoal qualificado para trabalhar na área de TI, “a gente fica procurando diamantes internos para resolver nossos problemas”.

Diante das respostas, o relator da CPI das Armas, deputado Luiz Martins, criticou a falta de prioridade da cúpula da Secretaria de Segurança para investir em TI na PM. Martins lembrou que, há alguns anos, foram instaladas 15 cabines blindadas ao longo da Linha Vermelha, ao custo de R$ 200 mil cada uma. Cabines que agora estão desativadas. Para Minc, esses recursos teriam sido mais bem empregados no avanço da necessária informação da corporação.

“Diante das respostas ´sincericidas` dos coronéis, ficamos com a avaliação de que o sistema de informatização e controle de armamento é jurássico”, afirmou Minc. Não à toa, segundo ele, de 2005 a 2015, 630 armas sumiram dos paióis da PM. Segundo Minc, os integrantes da CPI das Armas cobrarão investimentos no setor quando ouvirem o secretário estadual de Segurança, José Maria Beltrame, daqui a duas semanas.

A CPI fará uma série de recomendações de investimentos para aumentar o controle do armamento da PM, para coibir desvios e roubos, como a instalação de chips de rastreamento nas armas, boletins de ocorrência eletrônico, no caso de roubos ou desaparecimento de armamento, e a guarda pessoal das armas leves nas mãos dos PMs.

 

cpi_desviodearmas_sdovalle_31_03_16

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s