Alerj debate aumento da reciclagem de lixo no Rio

Em audiência pública promovida pela Frente Parlamentar Ambientalista do Estado do Rio de Janeiro, na Alerj, contamos, mais uma vez, com a combatividade da Claudete Costa, do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis no Rio de Janeiro, que mostrou que pouco se avançou na coleta de recicláveis. Vimos que ainda há muito o que fazer no setor de reciclagem de materiais recicláveis, após a assinatura, em novembro passado, do Acordo Setorial para Implantação do Sistema de Logística Reversa de Embalagens. O acordo, para garantir a destinação final ambientalmente adequada das embalagens, como de papelão, plástico e alumínio, contempla o apoio às cooperativas de catadores e parcerias com o setor empresarial, para a instalação de pontos de entrega voluntária de embalagens. Debatemos também, com prefeituras, Firjan e Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), meu Projeto de Lei 586/2015, que está para ser votado, estabelecendo ações para a ampliação da coleta seletiva em benefício da inclusão social dos catadores e catadoras de materiais recicláveis. Lixo é problema de todos. Precisamos reciclar o máximo de resíduos, destinando o mínimo para aterros sanitários. O catador não é o problema. É a solução!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s